sexta-feira, 30 de dezembro de 2011

Novo Ano

Que venha 2012
o ano novo.
o novo ano.


Que venha novas emoções,
novos casos e acasos.
Que venham desilusões,                   quantas forem precisas,
e o aprendizado por trás delas também.
Que venham as alegrias e as farras,
a dificuldade e a persistência,
Que venham todos os muitos dias de sol
e poucos de chuva
sentimentais e não sentimentais.
Que venham novidades
como pães quentinhos saindo do forno,
as risadas e as lágrimas também


E além de tudo que desejamos,
que possamos amar constantemente
Amar as pessoas, os animais, os livros,
as músicas, as flores, a vida.

Que o novo ano chegue em paz
e nos ajude a amadurecer o bastante
para receber o futuro.

Feliz 2012




Que em 2012 as pessoas possam visitar mais meu blog, que eu escreva novas poesias, e os visitantes criem o maravilhoso hábito de comentar.

sexta-feira, 23 de dezembro de 2011

Saudade de Você

Faz tanto tempo que não te vejo
estou com saudades.


Pensar em você, hoje, é o melhor do meu dia.
Eu fico me perguntando onde estar,
como estar, se estar feliz,
e tento não me perguntar, 
se você ainda pensa em mim.
Nem precisaria ser da mesma forma que eu.
Queria estar em seus pensamentos
e que você quisesse estar comigo novamente.
Pode ser apenas carência,
mas sinto saudades do seu cheiro e do seu sorriso.
Do modo como ficamos amigos...
De você.
E por mais que nossa vida siga caminhos diferentes,
sempre vou lembrar de você 
e do modo como transformou a minha vida 
de uma forma mágica e tão linda.



sexta-feira, 9 de dezembro de 2011

quinta-feira, 17 de novembro de 2011

Meus Erros








Com meus erros aprendi que
Não importa quantas vezes eu caí,
E sim quantas eu levantei.

Aprendi que eu tenho mais valor
Do que o valor que dei a todas as pessoas
Que por mim passaram.

Aprendi que é possível dar um reset na vida,
Basta ter coragem, e confiar em si mesma.

Aprendi que não há amor que pra sempre dure,
Que o pra sempre pode ser hoje,
E que sempre temos que reconquistar
Aquilo que amamos.

Aprendi que sonhar com o impossível
É possível,
E que na realidade nada é totalmente impossível
Quando a gente acredita.

Aprendi que as palavras podem se perder no vento,
Mas que o vento anda por muitos lugares
E alguém vai ouvir o que eu disser,
Em algum lugar.

Aprendi que amar é um grande erro,
Mas é o erro mais gostoso de cometer.


Aprendi que os erros ensinam tanto quanto os acertos
Por isso ainda quero viver muito.
Acertar quando tiver que acertar,
Errar quando for preciso errar.
E nunca deixar de seguir em frente



terça-feira, 15 de novembro de 2011

segunda-feira, 14 de novembro de 2011

Passei muito tempo me perguntando
se algum dia encontraria alguém
que sentisse por mim o que eu sinto
pelos outros.
Só depois percebi que primeiro
eu tenho que ser assim comigo mesma,
e aí sim a pessoa certa surgirá
ou quem sabe
ressurgirá...

sexta-feira, 11 de novembro de 2011

Cuida De Mim

Nem sempre sou perfeita
Por isso, te peço,
Nas minhas imperfeições,
Cuida de mim.

A noite quando eu me sentir sozinha
E cansada da minha rotina
Me abrace.

Quando eu tiver triste,
Quando eu não quiser ser cuidada por ninguém.
Quando tiver com raiva
Fica do meu lado,
E mesmo que silenciosamente
Cuida de mim.

Cuida de mim quando eu tiver com medo

Ou desanimada, ou desamparada.
Quando eu não souber em que direção ir
E que decisão tomar.

Cuida de mim,
quando eu precisar de um amigo
de um pai
e até mesmo um estranho.



Assim,
Dessa mesma forma
Me deixa cuidar de ti.
Te dar carinho,
Atenção,
Ser tua companheira,
Estar sempre ao teu lado,
Te dando força e coragem.
Por que a vida tem tanta coisa pra aproveitar
E eu só queria a tua mão
Pra me acompanhar...

quarta-feira, 26 de outubro de 2011

Pessoas Especiais

Tem pessoas que passam em nossas vidas
E simplesmente ficam.
Embora haja algum impedimento
E elas não possam estar pessoalmente,
Mas sempre fica aquela lembrança,
Daqueles gestos e sorrisos.


Essas pessoas nos levam a muitos sentimentos.
Você aprende a si ver especial.
Se sente única e importante.
Quando elas se vão (elas sempre se vão),
Você passa a conhecer uma dor
Insuportavelmente suportável
Chamada saudade.
Se essas, passaram por nós
E deixaram tanto,
Porque elas tendem a ir?
Se elas têm que ir, então por que passaram?
Aí é que estar,
Elas passaram para que aprendamos
Que podemos não ter tudo o que queremos
Mas podemos ter tudo do que temos.



No fim,
Nos resta mesmo é agradece-las.
Por momentos, mínimos, mais únicos,
Que ficarão eternizados em nossas memórias
E guardados em nossos corações.


terça-feira, 25 de outubro de 2011

Há Que Recomeçar Sempre

Com tantos contratempos,
Tantos trabalhos a realizar,
Tanta falta de tempo,
Acabamos esquecendo de alguns princípios
Entre eles um que considero essencial:



Há Que Recomeçar Sempre

Senhor,
Que eu seja uma pessoa melhor a cada dia,
que possa sorrir para quem estar triste.
que seja consolo de quem estar desesperado.

Que eu saiba esperar a minha vez.
Que eu não julgue alguém por alguma atitude.
Que eu escolha o caminho certo a seguir

Que eu acorde melhor a cada manhã,
E que aprenda mais a cada deitar.

Que eu nunca perca a esperança,
Em mim nem no próximo.


Que eu seja luz na vida das pessoas.

Que eu levante a cada queda 
E que faça de cada derrota, uma vitória.

E que assim seja a cada nascer do sol.
Amém




quarta-feira, 19 de outubro de 2011

E de repente surge alguém.
Alguém que me faz me sentir tão bem.
Alguém que não quer apenas me usar.
Alguém que passei a sonhar.

Não sei dizer o que vai ser daqui pra frente,
Se a gente vai ficar.
Ou se deixar.

Mas sei que o mais importante aconteceu,
A gente se conheceu.
E foi maravilhoso.


Agora estou aqui.
Olhos brilhantes,
Sorriso estampado na cara,
Sonhando,
E totalmente sem palavras.

sábado, 24 de setembro de 2011

Longe de mim

Longe de mim estar pessoa que um dia eu fui
O medo que sentia de arriscar
A ansiedade de começar.

Longe de mim estão a maioria dos que amo.
Alguns familiares
Alguns amigos
Alguns amores
Alguns ex amores
Alguns sonhos.

Longe de mim estão os filmes que eu via
Os livros que eu lia
Alguns sentimentos que sentia
As músicas que ouvia.

Por outro lado,
Cada dia me reinvento,
Procuro juntar um pouco
De cada sentimento, pessoa e coisas
Que não estão mais comigo,
E deixo de ser a
Pequena e frágil que um dia eu fui,
Me tornando uma pessoa forte e decidida.

Perto de mim estar a confiança
O amor próprio
O amor ao próximo
O amor ao desconhecido.

Dentro de mim há novos sonhos,
Planos,
Força,
E coragem de ir atrás do que quero.

Dentro de mim há a certeza
De que valeu a pena
Deixar tudo para trás
E ir buscar meu verdadeiro eu.

quarta-feira, 21 de setembro de 2011

Há um ano...

Pintura Íntima, que para os íntimos se chama: "fazer amor de madrugada"



Vem amor que a hora é essa
Vê se entende a minha pressa
Não me diz que eu tô errado
Eu tô seco, eu tô molhado

(Refrão)
Deixa as contas
que no fim das contas
O que interessa pra nós
É fazer amor de madrugada
Amor com jeito de virada

Larga logo desse espelho
Não reparou que eu tô até vermelho
Tá ficando tarde no meu edredon
Logo o sono bate

(Refrão)
Deixa as contas
que no fim das contas
O que interessa pra nós
É fazer amor de madrugada
Amor com jeito de virada.




terça-feira, 13 de setembro de 2011

Amizade Verdadeira

Amizade verdadeira não é só aquela que
As pessoas crescem e envelhecem juntos.
Mas quando o sentimento ultrapassa
A distancia, os defeitos, as dificuldades.
É aquela que nunca acaba.

Quando você se preocupa com a pessoa
Quando você a ama
E insiste em proteger.

É seu amigo verdadeiro aquele que rir,
e que chora com você.
Aquele que sabe que você não sabe beber,
E fica do teu lado dosando a sua bebida.
É aquele cara chato que insiste que você não deve ficar
com aquela pessoa, por que ela não quer nada com você.
É quem nunca quer te ver sofrer.
É aquela pessoa que te abraça quando você estar perdido.
Que te apoia quando você decide fazer aquela loucura.
É aquele que te repreende,
Que te ensina.
Que erra e aprende contigo.
É aquele que passa todos os momentos importantes com você;
Ou aquele outro que só te liga no seu aniversário.
É aquele que te dar abrigo só com um olhar.
E que você nunca, por mais que o tempo passe,
E as coisa mudem,
Será capaz de esquecer.



São seus amigos também aqueles que sempre deixam comentários de carinho, incentivando e apoiando as besteiras coisas que você insiste em escrever.
Obrigada a todos os meus amigos, reais e virtuais!!! 

segunda-feira, 12 de setembro de 2011

Em Busca Da Felicidade

Estamos sempre em busca da Felicidade.
É uma busca constante,
E fácil, se parar para pensar.

A felicidade não estar somente em encontrar uma pessoa,
Que nos esquente no frio
Ou queime conosco no calor.
Estar em tudo.
Hoje eu encontrei a felicidade no meu café da manhã
E ao sair de casa e encontrar o sol
(depois fiquei com raiva do calor =/ ).

Quando a gente consegue se convencer
Que a felicidade estar em tudo.
A gente passa a ser feliz na maior parte do dia,
Cada passo que sigo sem tropeçar
Se torna um motivo pra ser feliz.
Tristeza leva a pensamentos ruins
E estes levam a acontecimentos ruins.
Da mesma forma é a alegria.

Por isso eu quero acreditar que a felicidade estar no hoje.
Em viver o que tiver que viver
Dia após dia
Vencer o desanimo
E todas as forças ruins.
Banir o pensamento negativo.
Regar a esperança.
Sempre.

sexta-feira, 2 de setembro de 2011

Setembro

Que Setembro venha, e me traga a paz que tanto almejo.
Que me traga sorrisos,
Me traga felicidades

Me traga desafios;
E força para vence-los.

Que me traga vontade,
De beijar.
De abraçar.
De amar...

Que me traga você;
Que me traga de você.

Que me faça sonhar,
E alcançar meus objetivos

Acima de tudo,
Que Setembro me traga de volta
De onde eu me abandonei,
Fazendo - me voltar ao lugar onde nunca deveria ter saído
Dentro de mim.
Que me faça ser eu mesma novamente.

E que se faça assim a cada mês.
Cada dia,
E cada acordar.


terça-feira, 23 de agosto de 2011

Desânimo

Existem momentos
Em que viver é muito difícil.
As dificuldades começam a apertar
E mesmo que você olhe para todos os lados
É quase impossível encontrar uma solução.

E o que fazer?
Quando as perguntas são mais fortes do que as respostas?

O que fazer quando a sensação de inutilidade aperta,
E cresce cada vez mais a certeza de que não somos capazes?

O que fazer quando o desespero se apropria de nossas vidas
Sem nos dar escolha?

E o que é isso tudo?
Será a vida nos ensinando a viver?

Bem eu pedir desafios, então porque agora que eles chegaram,
Eu não consigo encontrar a forma certa de lidar com eles?

E o pior de tudo, por que essa sensação de solidão?
Não solidão de pessoas, mais de mim mesma,
Como se eu tivesse me abandonado
E o pouco de esperança que ainda tinha em mim
Tenha cessado sem deixar vestígios.

Pelo menos a minha persistência é maior que a minha descrença
E eu quero e vou vencer essa fase de desanimo
(eu acho).

quinta-feira, 4 de agosto de 2011

Meu Querer

Quero tudo,
Quero nada.
 Quero amigos,
E quero solidão.

Quero um amor pra mim amar;
E um amor pra me amar.

Quero curtição e sossego.
Quero um dia de sol,
E uma noite de chuva.

Quero alguém que me entenda
E que viva tentando me entender.
Que me complete,
E que seja completo por mim.

Quero um cantinho só meu.
Uma casa na arvore,
Um apê na cidade,
Ou um quartinho do teu coração.

Quero festa
Quero alegria
Quero carinho
Quero amor
Quero paz
por onde eu for...




terça-feira, 2 de agosto de 2011

Namore Uma Garota Que Ler

Eu vi esse texto em um blog que eu gosto muito "Quinas e Cantos", e na hora eu pensei que tinha que publicá-lo aqui. Espero que gostem, tanto quanto eu gostei:
Namore uma garota que gasta seu dinheiro em livros, em vez de roupas. Ela também tem problemas com o espaço do armário, mas é só porque tem livros demais. Namore uma garota que tem uma lista de livros que quer ler e que possui seu cartão de biblioteca desde os doze anos.
Encontre uma garota que lê. Você sabe que ela lê porque ela sempre vai ter um livro não lido na bolsa. Ela é aquela que olha amorosamente para as prateleiras da livraria, a única que surta (ainda que em silêncio) quando encontra o livro que quer. Você está vendo uma garota estranha cheirar as páginas de um livro antigo em um sebo? Essa é a leitora. Nunca resiste a cheirar as páginas, especialmente quando ficaram amarelas.
Ela é a garota que lê enquanto espera em um Café na rua. Se você espiar sua xícara, verá que a espuma do leite ainda flutua por sobre a bebida, porque ela está absorta. Perdida em um mundo criador pelo autor. Sente-se. Se quiser ela pode vê-lo de relance, porque a maior parte das garotas que leem não gostam de ser interrompidas. Pergunte se ela está gostando do livro.
Compre para ela outra xícara de café.
Diga o que realmente pensa sobre o Murakami. Descubra se ela foi além do primeiro capítulo da Irmandade. Entenda que, se ela diz que compreendeu o Ulisses de James Joyce, é só para parecer inteligente. Pergunte se ela gosta ou gostaria de ser a Alice.
É fácil namorar uma garota que lê. Ofereça livros no aniversário dela, no Natal e em comemorações de namoro. Ofereça o dom das palavras na poesia, na música. Ofereça Neruda, Sexton Pound, cummings. Deixe que ela saiba que você entende que as palavras são amor. Entenda que ela sabe a diferença entre os livros e a realidade mas, juro por Deus, ela vai tentar fazer com que a vida se pareça um pouco como seu livro favorito. E se ela conseguir não será por sua causa.
É que ela tem que arriscar, de alguma forma.
Minta. Se ela compreender sintaxe, vai perceber a sua necessidade de mentir. Por trás das palavras existem outras coisas: motivação, valor, nuance, diálogo. E isto nunca será o fim do mundo.
Trate de desiludi-la. Porque uma garota que lê sabe que o fracasso leva sempre ao clímax. Essas  garotas sabem que todas as coisas chegam ao fim.  E que sempre se pode escrever uma continuação. E que você pode começar outra vez e de novo, e continuar a ser o herói. E que na vida é preciso haver um vilão ou dois.
Por que ter medo de tudo o que você não é? As garotas que leem sabem que as pessoas, tal como as personagens, evoluem. Exceto as da série Crepúsculo.
Se você encontrar uma garota que leia, é melhor mantê-la por perto. Quando encontrá-la acordada às duas da manhã, chorando e apertando um livro contra o peito, prepare uma xícara de chá e abrace-a. Você pode perdê-la por um par de horas, mas ela sempre vai voltar para você. E falará como se as personagens do livro fossem reais – até  porque, durante algum tempo, são mesmo.
Você tem de se declarar a ela em um balão de ar quente. Ou durante um show de rock. Ou, casualmente, na próxima vez que ela estiver doente. Ou pelo Skype.
Você vai sorrir tanto que acabará por se perguntar por que é que o seu coração ainda não explodiu e espalhou sangue por todo o peito. Vocês escreverão a história das suas vidas, terão crianças com nomes estranhos e gostos mais estranhos ainda. Ela vai apresentar os seus filhos ao Gato do Chapéu [Cat in the Hat] e a Aslam, talvez no mesmo dia. Vão atravessar juntos os invernos de suas velhices, e ela recitará Keats, num sussurro, enquanto você sacode a neve das botas.
Namore uma garota que lê porque você merece. Merece uma garota que  pode te dar a vida mais colorida que você puder imaginar. Se você só puder oferecer-lhe  monotonia, horas requentadas e propostas meia-boca, então estará melhor sozinho. Mas se quiser o mundo, e outros mundos além, namore uma garota que lê.
Ou, melhor ainda, namore uma garota que escreve.
Texto original: Date a girl who reads – Rosemary Urquico
Tradução e adaptação – Gabriela Ventura

sábado, 30 de julho de 2011

Laranja - Maria Gadú



Ô menina, parece índia Ianomami seu cabelo preto breu
Simula um toque, que desabroche
Esse teu casto mastigado pelo meu
Se quer tamanho vou despir a alma
E afogar a calma salivando um beijo teu
Siga a seta e diga que sou seu

Ô menina, parece índia Ianomami seu cabelo preto breu
Simula um toque, que desabroche
Esse teu casto mastigado pelo meu
Se quer tamanho vou despir a alma
E afogar a calma salivando um beijo teu
Siga a seta e diga que sou seu

Venha sem chão me ensina a solidão de ser só dois
Depois te levo pra casa
Que o teu laranja é que me faz ficar bem mais

Ô menina, parece índia Ianomami seu cabelo preto breu
Simula um toque, que desabroche
Esse teu casto mastigado pelo meu
Se quer tamanho vou despir a alma
E afogar a calma salivando um beijo teu
Siga a seta e diga que sou seu

Venha sem chão me ensina a solidão de ser só dois
Depois te levo pra casa
Que o teu laranja é que me faz ficar bem mais

Se quer tamanho vou despir a alma
E afogar a calma salivando um beijo teu
Siga a seta e diga que sou seu

Se quer tamanho vou despir a alma
E afogar a calma salivando um beijo teu
Siga a seta e diga que sou seu
Siga a seta e diga que sou seu
Siga a seta e diga que sou seu.




segunda-feira, 25 de julho de 2011